Como definir a quantidade de proteína no dia?

Precisamos ressaltar que somente um nutricionista pode avaliar de forma efetiva e real a sua necessidade de ingestão proteica, uma vez que, a demanda pode variar de acordo com diversos fatores individuais. Para esse texto, focaremos em peso, objetivo e massa muscular.

Hoje em dia nos deparamos com diversos tipos de dietas, mas ao analisarmos as corretas, percebemos que invariavelmente, a quantidade de proteína segue um padrão, e isso tem um motivo. Todos os macronutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras) são de extrema importância, entretanto, a proteína é a única que possui função estrutural.  É como se ela fosse os tijolos para nossos músculos e os macronutrientes, como carboidratos e gorduras, serão responsáveis por fornecer a energia necessária para o planejamento e execução desta “obra”. Chegamos então à primeira conclusão desse texto: proteínas são sim muito importantes, mas não são fontes eficientes de energia, e portanto, devemos equilibrar seu consumo com os demais macros.

Pensando nisso, devemos entender nosso objetivo, se queremos manter massa muscular (mesmo em emagrecimento) ou se queremos aumentar a massa muscular para uma fase de ganhos, por exemplo. Considerando esse contexto, podemos variar nossa ingestão dentro de uma base recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) que é de 0.8 a 1.5 gramas de proteína por quilo corporal. Ou seja, uma pessoa de 70kg deve comer de 56 gramas até 105 gramas de proteína por dia. Mas aí começam as análises para aproximar do resultado mais eficiente: é interessante saber o percentual de gordura corporal do indivíduo para conseguir entender o quanto de proteína ele precisaria somente para se manter (1 grama de proteína “vezes” peso de massa excluída gordura) e assim, entendendo a demanda do tipo de esforço fazer o cálculo da necessidade proteica. Delimitada essa necessidade proteica, podemos usar o princípio dos parâmetros de normalidade de cada macronutriente abaixo para equilibrar a relação de energia e construção muscular.

Macronutriente%
Carboidratos45% – 65%
Proteínas10% – 35%
Lipídios (Gorduras)20% – 35%

Assim, podemos fazer o balanço perfeito para cada indivíduo, de acordo com sua adequação dieta e respeitando sempre a quantidade de ingestão proteica necessária para seu objetivo. Para ajudar a bater as proteínas do dia, a Dobro possui as duas linhas proteicas (Barras Proteicas e Barra Mini Proteicas) que te ajudam a obter a proteína diária junto com carboidratos e gorduras de qualidade.

Importância das fibras na alimentação.

Você sabia que fibras também são macronutrientes? Geralmente fica esquecida entre as proteínas, carboidratos e gorduras, mas ela também tem seu papel e não pode ser esquecida. As fibras se tratam de um conjunto de substâncias que são resistentes à digestão e absorção do organismo que, geralmente, são encontradas em vegetais. Por não serem absorvidas, não possuem valor calórico, e dificultam a absorção de colesterol, gorduras e açúcares, gerando consequentemente uma maior sensação de saciedade, que podem ajudar no processo de emagrecimento, além de regularem o índice glicêmico de refeições.

As fibras podem ser divididas em dois tipos, as solúveis (presente em aveia e feijão por exemplo) e insolúveis (presente nos pães e cereais integrais) A diferença entre elas é a reação na absorção de águas, uma vez que, as solúveis incham na presença de água, desse modo, é importante que tenhamos uma ingestão de água que forneça a hidratação necessária para não ressecar as paredes do intestino. Mas isso significa que devo me preocupar com o consumo de fibras? A resposta é complexa, e certamente existem diversos aspectos individuais que somente um nutricionista poderá avaliar, mas de modo geral, o consumo médio desse tipo de nutriente é baixo, portanto, refeições equilibradas com vegetais, saladas e grãos integrais, aliados à líquidos suficientes, são a receita perfeita para um estilo de vida mais saudável.

Pensando em nutrir os relacionamentos de nossos clientes com o mundo, a Dobro oferece fibras (derivadas da aveia e grãos integrais) em todo o portfólio de barras, buscando sempre oferecer uma alimentação saudável, prática e saborosa que faça bem ao consumidor e ao meio ambiente. Nossas Barras originais possuem entre 7 e 10 gramas de fibras por barra, e as MINI possuem em torno de 5 gramas desse macro nutriente que faz falta no dia-a-dia de muitas pessoas. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s